COMO PODE NOS ENCONTRAR:

Endereço: Rua Recife, s/n - Prédio Multiuso

Jardim Bela Vista, Rio das Ostras - RJ

Escritório: (22) 9-9922-7009

Segunda à Sexta: 09:00 às 19:00

  • Black Whatsapp Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon

Copyright © 2017 Focus Consultoria - Todos os direitos reservados

5 Atitudes De Um Técnico De Futebol Para Ser Um Líder Melhor Para A Sua Empresa

 

Um grande desafio nos negócios hoje é a relação entre quem lidera e quem é liderado. Nem sempre os melhores colaboradores e os melhores líderes conseguem juntos formar a melhor equipe. Isso pode acontecer na sua microempresa, em uma multinacional, uma franquia ou até mesmo em um grande time de futebol.


No início dos anos 2000, o time espanhol do Real Madrid contratou e reuniu grandes craques do futebol mundial na sua equipe. E sabe o que ele ganhou com isso? Nada. O time não foi o melhor já visto na história.


Pensando nisso, você já se fez perguntas como: Será que meus colaboradores estão desmotivados? Não estão assimilando o que eu falo? Por que não consigo extrair o máximo da minha equipe de trabalho? Minha produtividade está abaixo do que poderia ser?


Fique atento nas ações que separamos para você e que poderiam facilmente ser transmitidas por um técnico de futebol:


1. Cada pessoa no seu devido lugar
 

Já imaginou o mais habilidoso do seu time jogando de zagueiro? Ou aquele atacante fora de forma tendo que correr de um lado ao outro do campo por 90 minutos?


O primeiro passo para o sucesso da equipe é que cada colaborador esteja na área em pode render mais, com uma função bem definida. Se cada um souber o que tem que fazer e quando tem que fazer, tudo começará a caminhar melhor. O líder deve identificar as forças e fraquezas de cada um e delegar as funções para que todos se sintam motivados com seu trabalho e deem o seu melhor naquilo que sabem fazer.

 

Uma boa dica para que essas funções fiquem bem claras é usar a ferramenta 5W2H.


2. Faça os colaboradores se sentirem parte do projeto


Um erro comum dos líderes é não consultar seus colaboradores ao elaborarem suas estratégias. Eles apenas decidem e mostram como deve ser feita cada coisa.


Apresente suas estratégias aos colaboradores e os deixe sugerir ideias, principalmente no que eles mesmos vão executar.


Quando uma pessoa se vê parte de um projeto e não somente um instrumento, é comum que ela se dedique mais ao trabalho e veja sua importância naquela equipe. Um colaborador motivado e que sabe que seu trabalho faz a diferença, certamente trará melhores e maiores resultados.


O técnico espanhol Pep Guardiola fazia um acordo com seus jogadores no time multicampeão do Barcelona: “O meu trabalho é leva-los até o último terço do campo. O de vocês é terminar o serviço”.


3. Priorize!


Quantas vezes o seu time colocou a equipe reserva em partidas para que os jogadores titulares estivessem descansados para um jogo de maior importância?


Saber o que é mais importante no momento e repassar essa informação para a equipe de trabalho é fundamental. Por isso, é necessário que o líder e a equipe tenham uma visão de longo prazo. Se os colaboradores souberem o que deve ser feito primeiro e a importância daquilo para o processo como um todo, certamente eles o farão.


Se você fosse jogar a final do Mundial no próximo final de semana, iria treinar seus jogadores para um jogo amistoso amanhã?
 

4. Dê feedbacks


Você acha que os treinadores ficam gritando e fazendo gestos na beira do campo apenas por nervosismo? Esse é o feedback!


Avaliar as atividades dos colaboradores é uma função importante de um bom líder. Seja para corrigi-las ou para validá-las. Explicite os pontos de melhoria quando for necessário e elogie quando houver um bom trabalho. Ter uma cultura de feedback desperta uma ideia de melhoria continua e mantém sempre próxima a relação entre líder e colaborador.

 

5. Seja exemplo!


Imagine que o técnico do seu time concentre os jogadores em um hotel dois dias antes dos jogos para que fiquem focados na partida, mas vai dormir todos os dias na sua própria casa?


O primeiro a viver a estratégia deve ser o líder. Estar nessa posição não te faz isento de cumprir as obrigações da equipe. É mais fácil passar o que você quer com suas ações do que com suas palavras. Seja um modelo para quem trabalha com você. Se nem você acredita e segue seus objetivos, como outros vão seguir?
______________________________________________________________________
Além desses 5 comportamentos, é fundamental que exista foco na execução. Não adianta seguir todas as dicas na teoria, se elas não funcionam na prática com você e todos da sua equipe. Melhor que uma estratégia bem definida, é uma estratégia bem executada.


Muitos grandes times que não ganharam nada serão lembrados, mas os que nunca serão esquecidos são os que foram campeões.

Please reload