COMO PODE NOS ENCONTRAR:

Endereço: Rua Recife, s/n - Prédio Multiuso

Jardim Bela Vista, Rio das Ostras - RJ

Escritório: (22) 9-9922-7009

Segunda à Sexta: 09:00 às 19:00

  • Black Whatsapp Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon

Copyright © 2017 Focus Consultoria - Todos os direitos reservados

5 Dicas Para Você Impactar O Seu Cliente

November 2, 2017

 

Quando o assunto é vendas, a maioria das pessoas se vê perdida no primeiro contato com o cliente: o quê, como e principalmente, a maneira mais eficiente de fazer.  Por isso, muitos acreditam que a prospecção ativa (forma como é conhecida a primeira abordagem ao cliente) é uma espécie de bicho de sete cabeças e que investir nesse tipo de estratégia é perder tempo e dinheiro.

 

Quer uma novidade? Não é bem assim!

 

É claro que as ferramentas de marketing digital vieram facilitar muito o nosso trabalho, mas isso não quer dizer que as estratégias mais “arcaicas” não sejam importantes e necessárias. Elas são necessárias SIM e muito eficientes quando executadas de forma correta.

 

Então, separamos algumas dicas nesse post que irão ajudar você a perder o medo de ir atrás de seus clientes e aumentar muito mais suas vendas!

 

1) Conheça seus clientes

 

Suponha que você é dono de um açougue recentemente aberto na cidade e decide colocar sua equipe de vendas na rua para prospectar o estabelecimento para as pessoas. O que você não sabe é que os moradores daquela região costumam ser vegetarianos, mas mesmo assim sua equipe tenta apresentar seu negócio para eles.

 

É esperado que muitos dos esforços investidos nesse tipo de divulgação sejam em vão, o que lhe custarão um preço maior do que seu retorno. E aí, o que fazer? Continuar tentando até dar certo?

 

Não, resposta errada!

 

Na verdade, é algo simples. Primeiro começamos estudando quem são nossos clientes e principalmente, qual o perfil deles.  Essa espécie de perfil mais detalhado e amplo é conhecido como Buyer Persona e pode ser facilmente criado por qualquer um que tenha as perguntas certas de forma a obter as informações que sejam realmente relevantes para direcionar as estratégias de marketing de sua empresa.

 

Ok, entendido, mas como eu faço isso?

 

Aconselhamos que crie um pequeno resumo em formato de storytelling descrevendo o histórico dessas personas. Em suma, esse resumo deve conter informações como formação profissional, escolaridade, mídias sociais mais utilizadas, canais de pesquisa e os motivos pelo qual essa persona buscou seus serviços.

 

É aí que entram as perguntas! Você precisa retirar essas informações de seus clientes e é IMPRESCINDÍVEL que elas sejam completamente fidedignas. A rockcontent em parceria com a ResultadosDigitais desenvolveu um gerador de personas muito interessante que está disponível clicando aqui.

 

Mas fique atento, não confunda persona com público-alvo. O público-alvo normalmente é o tipo de público mais amplo que você irá atender, como por exemplo: “Jovens entre 18 a 25 anos”.

 

Já as personas são resumos, como: “Sandra tem 19 anos. Cursa ensino médio e pretende fazer faculdade de Administração. Sandra tem um blog sobre maquiagem e utiliza o Instagram e Facebook para divulgá-las, mas seu espírito empreendedor a motivou expandir seu negócio para além das mídias sociais”.

 

Entende a diferença? Então vamos a segunda dica!

 

2) Conheça muito bem seus Produtos/Serviços

 

Especialistas dizem que grande parte do sucesso das vendas vem não do que você vende, mas sim do valor agregado a seus produtos.

 

Quando digo valor, não estou falando de algo relacionado ao financeiro, mas sim a expectativa criada ao redor daquilo que está sendo ofertado. Dentro de expectativa cabem fatores como forma de abordagem, domínio de seus serviços e segurança na fala.

 

Para que as pessoas queiram comprar o que você quer vender, primeiro você tem que saber se realmente quer vender! Lembre-se, se não confiamos, não compramos!

 

3) Não tente vender!

 

Na grande maioria das vezes as pessoas não estão preparadas para aceitar o que está sendo oferecido logo de início, ao contrário, elas têm tendência a afastar tudo que é desconhecido.

 

Portanto, busque sempre estimular uma conversa para que exista uma troca de confiança inicial entre você, vendedor, e o possível comprador. Se apresente, busque estimulá-lo através de questionamentos e indagações, procure retirar o máximo de informação possível que possa ser usada ao seu favor. E o mais importante, use-as ao seu favor. Identifique a dor dessa pessoa e não tenha medo em usá-la para mostrar que você tem a solução que ele procura.

 

Lembre-se: pessoas compram o que querem comprar, não o que você quer que elas comprem!

 

4) Tenha algo em mãos!

 

Literalmente! Não aborde uma pessoa sem que tenha nem ao menos um cartão de contato para entregá-la.

 

As pessoas levam muito em consideração aquilo que estimula seus sentidos, seja visualmente, ou pelo toque. O ideal é que tenha algo bonito, limpo e entendível para os entregar visto que aquilo com toda certeza irá influenciar sua decisão de compra!

 

Seja um Flyer, um Folder, esteja preparado para utilizar dos artifícios necessários!

 

5) Monte uma equipe e mãos à obra

 

Após ter todos esses critérios bem claros e definidos, monte uma equipe que seja realmente boa nisso e mãos à obra.

 

Não tenha medo de arriscar e principalmente, não aceite as desculpas das pessoas! Insista, de forma educada é claro, mas não desista! Ao menos você irá levar aprendizado. As pessoas sempre terão uma desculpa, busque entender o real motivo e apresente-lhe uma solução para esse problema!

 

O que posso dizer? Enfim, sempre busque aperfeiçoar as habilidades de sua equipe e busque melhorar a cada abordagem!

 

Please reload