top of page
young-beautiful-businesswoman-with-dark-short-hair-in-white-shirt-happily-working-on-lapto
a-removebg-preview_edited.png

Inbound Marketing: Conheça a ferramenta e saiba implementá-la no seu empreendimento.

Suas campanhas de marketing não têm alcançado o seu público alvo?


Tem dificuldade de mensurar o impacto do marketing no seu negócio?


Altos gastos com anúncios e sem retorno de clientes?


Quer desenvolver a apresentação do seu negócio no âmbito digital?



Caso tenha respondido sim para uma ou mais perguntas, a solução para esses questionamentos envolvendo esses problemas é utilizar o Inbound Marketing.


Utilizando os conceitos dessa ferramenta, a empresa irá alcançar mais clientes, consolidar sua marca, rentabilizar seus custos em marketing e outros benefícios.


Agora, vamos te explicar como funciona esse conteúdo e também ensiná-los a implementar no seu empreendimento!



(Imagem por Google)


O que é Inbound Marketing?


Inbound Marketing, ou também conhecido como Marketing de Atração (via tradução livre), é uma estratégia do marketing digital, que tem como principal pilar atrair o público alvo para contatar a empresa. Essa interação do cliente é fruto de um sistema de conteúdo rico que a companhia produz em suas plataformas digitais, que move um visitante e o conduz a tornar mais um consumidor da empresa, por uma jornada de compra enriquecedora e diferenciada.


Origem da Ferramenta


O Inbound teve seu estopim no ano de 2009, depois do lançamento do livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”, escrito por Brian Halligan e Dharmesh Shah que já comentavam sobre esse conteúdo desde 2006. Entretanto foi descoberto depois que as informações que ambos discutiam na época era baseada na obra de Seth Godin que em 1999, escreveu “Permission Marketing”, um livro que falava sobre Marketing Permissivo, uma das diretrizes que o Inbound utiliza até os dias de hoje, que incide sobre suas relações com público alvo.


Diferenças entre Inbound e Outbound Marketing


Temos que o Inbound é uma prospecção passiva e o Outbound é uma prospecção ativa no segmento do marketing. Enquanto uma “aguarda” o cliente o outro vai a sua “caça’, mais conhecido por ser uma prática tradicional, o Outbond tem como exemplo uso de propagandas em TVs, panfletos, promoções isso num campo físico e no âmbito digital utiliza de pop-ups, banners e e-mail de ofertas.


Contudo ele não é tão assertivo, com isso a empresa acaba não tendo o resultado esperado, não consegue alcançar o público desejado e gasta muito recursos e não tem nada em troca. Tendo essa visão, cabe à empresa analisar o contexto e apostar também no Inbound Marketing, segue uma tabela com os diferenciais das duas abordagens:


Tabela 1 - Comparativo entre Abordagens de Marketing - Autor 2021.


Isso não é uma afirmação para parar com a prospecção ativa do seu negócio, mas sim aviso para acompanhar os seus resultados, a dica é usar as duas de maneira de conseguir extrair o melhor de cada abordagem, dessa forma a empresa só terá ganhos em sua exposição.


Qual o funcionamento do Inbound Marketing?


Têm-se que sua principal função é atrair público ao empreendimento, como é uma estratégia advinda do marketing digital é ambientada na internet, é tem como os principais veículos: sites, blogs e redes sociais.


Essa procura dos clientes é fruto do Marketing de Conteúdo que a empresa utiliza em suas plataformas digitais. Por se tratar de uma abordagem passiva, a companhia foca em “arrumar a casa”, ou seja, organizar da melhor forma sua marca nas redes, os preceitos do Branding são importantes para o reforço da presença da empresa nas plataformas digitais.


Mas como podemos “arrumar a casa”? Para isso podemos utilizar os seguintes princípios:

  • Utilizar Marketing de Conteúdo para criar material rico de informações e pertinentes ao assunto que a empresa trabalha;

  • Criar uma página que seja o começo da Jornada de Compra, fazendo o usuário se transformar em cliente;

  • Alinhar a ferramenta de Inbound com o Funil de Vendas da empresa;

  • Foque na interatividade e monte ambientes que despertam a participação do público;

Cabe ressaltar que o Inbound Marketing é uma estratégia de visualização, ou seja, ao implementá-lo não será todo visitante que irá fechar algum produto ou serviço com você, porém com ela você terá noção de como está sendo visto nas redes.


E se seguirem os pontos à risca, essa ferramenta será um diferencial e suas conversões aumentarão.

"Inbound Marketing é uma estratégia de criação de conteúdo relevante e de qualidade que vai atrair o seu público alvo para o seu site. Em vez de visar ‘cold calling’ e ‘door to door’, o Inbound é a estratégia que traz os melhores resultados, melhor retorno do investimento e leads mais qualificados." – Neil Patel

Benefícios do Inbound Marketing


Visto tudo isso, e ainda está em dúvida se compensa investir nesse tipo de abordagem? Confira as vantagens da aplicação dessa estratégia: